Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Sesc Pantanal e Swissnex criam programa inédito de ciência e inovação que conecta Brasil e Suíça

Sesc Pantanal e Swissnex Foto Jeferson Prado Sesc Pantanal

O Polo Socioambiental Sesc Pantanal e a Swissnex criaram um programa inédito de ciência e inovação que conecta a Suíça e o Brasil. O objetivo é incentivar a vinda de pesquisadores, estudantes e startups suíças ao Pantanal de Mato Grosso para a produção de conhecimento e desenvolvimento de projetos inovadores.

Presente em algumas das regiões mais inovadoras do mundo, a Swissnex forma uma rede global que conecta pessoas e instituições em educação, pesquisa e inovação com a missão de apoiar o alcance e o engajamento ativo de parceiros no intercâmbio internacional de conhecimento, ideias e talento.

“O programa vai funcionar como um intercâmbio, com acampamentos científicos, escolas de verão, cursos de campo e visitas de estudo no Pantanal de Mato Grosso. Ou seja, é uma grande oportunidade de apresentar o bioma para o mundo, especialmente para a Europa”, explica a superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano.

Representantes da rede global, que é a extensão da Secretaria de Educação, Pesquisa e Inovação do país europeu, Leonardo Machado, CEO ad interim da Swissnex e Pedro Capra, Gerente de Projetos e Relações Acadêmicas da Swissnex, conheceram as unidades do Sesc Pantanal para dar início a elaboração de funcionamento do programa.

Criado há 24 anos para promover a educação ambiental, a conservação da natureza, o turismo responsável, a pesquisa científica e a ação social no Pantanal de Mato Grosso, o Polo Socioambiental Sesc Pantanal é formado por cinco unidades no Pantanal e no Cerrado mato-grossense.

Em Poconé, que é o principal destino turístico do Pantanal, estão o Hotel Sesc Porto Cercado (turismo responsável e educação ambiental), o Parque Sesc Baía das Pedras (turismo responsável, educação ambiental, conservação da natureza e pesquisa científica) e o Sesc Poconé (ação social e educação ambiental).

Em Barão de Melgaço, também no Pantanal, fica a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do país, a RPPN Sesc Pantanal, com 108 mil hectares (conservação da natureza, pesquisa científica e turismo responsável). No Cerrado, o Parque Sesc Serra Azul (conservação da natureza, turismo responsável e pesquisa científica) completa as unidades que atuam conectadas.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site