Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021

Embaixadores e setores produtivos discutem agenda ambiental em Mato Grosso

Representantes dos EUA e Europa conheceram detalhes da produção industrial e agropecuária

Clique para ampliar

O desenvolvimento socioeconômico de Mato Grosso e a atração de novos investimentos internacionais dependem, cada vez mais, da adoção de práticas sustentáveis. Essa foi a tônica da reunião entre embaixadores dos EUA e Europa, Governo do Estado e representantes das federações das Indústrias (Fiemt) e Agricultura e Pecuária (Famato), na noite de segunda-feira (07/06), em Cuiabá.

Os embaixadores Todd C. Chapman (EUA), Heiko Thoms (Alemanha), Peter Wilson (Reino Unido) e Ignácio Ybañez Rubio (União Europeia), além de representante do embaixador da Noruega, conheceram detalhes dos setores produtivos do estado e destacaram que as relações comerciais precisam ser regidas por uma agenda ambiental ampla, e que as metas de proteção não são obstáculos, mas importantes elementos para o desenvolvimento.

O presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira, apresentou detalhes e indicadores da indústria mato-grossense, panorama do comércio exterior e oportunidades de negócio.

“A nossa indústria tem muito espaço para crescer e levar Mato Grosso a um novo patamar de desenvolvimento econômico e social, com inovação, conservação ambiental, energias limpas, tecnologias sustentáveis, mais trabalho, renda e, consequentemente, mais recursos para melhorar os serviços públicos, como saúde, educação e segurança”, afirma o presidente da Fiemt.
Os embaixadores também conheceram detalhes da produção agrícola e da pecuária mato-grossense, além de informações sobre distribuição, logística e exportação de grãos, carnes e fibras, na apresentação realizada pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

“É muito importante essa visita, sobretudo para que os embaixadores possam conhecer a nossa produção agropecuária sustentável, realizada em todo o estado”, destaca Normando Corral, presidente da Famato.

Com os países representados pelos embaixadores, Mato Grosso já possui estreita relação comercial, intercâmbio econômico e bom relacionamento político. E, além da possibilidade de atrair a instalação de novos empreendimentos, empresas mato-grossenses pode receber recursos de fundos de investimentos, desde que estejam adequadas às regras de governança.

Para o vice-presidente da Fiemt, Silvio Rangel, esse encontro significa novas oportunidades, transferência de tecnologia e possibilidade de agregar valor à produção primária.

“Mato Grosso tem capacidade de construir essa agenda internacional e sustentável com esses mercados. Ficou claro que a economia verde é o principal caminho a ser trilhado. Já temos feito isso, mas precisamos potencializar ainda mais”, finaliza o empresário.

Participaram da reunião o governador Mauro Mendes, os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Cesar Miranda (Sedec), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), Rita Chiletto (Assessora Internacional), o diretor executivo do AgriHub, Otávio Celidonio, o superintendente do Imea, Daniel Latorraca e diretores da Famato.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site