Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Dia Mundial do Chocolate é comemorado nesta quarta (7)

chocolate % cacau
Para comer sem culpa, o mais indicado é o de maior concentração de cacau

No dia 7 de julho é comemorado o dia mundial do chocolate. A palavra chocolate, de origem grega, significa “alimento dos deuses”. O sabor é capaz de curar tristezas, angústias e trazer a sensação de bem-estar. E estes são motivos para ser tão apreciado por crianças e adultos, que, em muitas situações, sempre usam uma desculpa para comer sem culpa o doce.

Mas não há motivo para o consumo do chocolate com um sentimento de culpa. Comer diariamente chocolate pode ser benéfico para a saúde desde que obedeça algumas regras, é o diz a nutricionista do Fort Atacadista, Gláucia Stasiak.

“Ao olhar a embalagem, o primeiro item da lista de ingredientes do chocolate deve ser sempre o cacau e com uma concentração acima dos 60%. Nesta condição, o consumo de até 30g pode ser diário”, mas faz um alerta: se “no rótulo do chocolate, ao invés do cacau, aparecer primeiro outros ingredientes, como o açúcar, o leite e o xarope de milho, por exemplo, quer dizer que não é um alimento nutritivo, porque não traz tantos benefícios à saúde”.

O consumo das versões meio amarga e amarga no dia a dia é até um aliado para a capacidade cognitiva: melhora a atenção, velocidade de pensamento, memória de trabalho e fluência verbal, explica Stasiak. Apesar de fazer bem para a saúde, a nutricionista não recomenda exageros.

O consumo per capita de chocolate no Brasil ainda é baixo em comparação aos países líderes, gira em torno de 2,6 quilos por ano. A campeã do ranking é a Suíça com 8,5 quilo/ano por habitante segundo estimativas da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab).

De acordo com a pesquisa Conecta, encomendada pela mesma entidade de classe, os tipos de chocolate mais consumidos pelos brasileiros são tablete (43%), bombons (40%) e wafers com chocolate (34%). A pesquisa revela ainda que o chocolate ao leite é o preferido dos brasileiros (42%), seguido pelo meio amargo (31%) e pelo chocolate branco (18%).

Chocolates mais conhecidos

Chocolate amargo: também chamado de Dark, tem maior concentração de cacau (rico em flavonóides), com percentual acima de 65%.

Chocolate meio amargo: maior quantidade de cacau e normalmente tem composição entre 40% e 65%.

Chocolate ao leite: tem parte da sua massa de cacau substituída por leite em pó, sendo que a concentração ou teor de cacau fica na faixa dos 25% a 40%.

Chocolate branco: feito com manteiga de cacau e não massa de cacau (que serve para fazer o chocolate preto). Leva ainda na composição açúcar, leite e lecitina.

Chocolate diet: não leva açucar, somente a massa e manteiga de cacau, sendo que substâncias como sorbitol, sacarina e vanilina substituem o açucar.

Chocolate orgânico: é totalmente natural, o cacau é produzido sem o uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos.

Onde encontrar

No Fort Atacadista, rede de atacarejo do Grupo Pereira, que possui duas lojas em Cuiabá e uma em Várzea Grande, o cliente pode aproveitar o mix de produtos e levar as mais variadas opções de chocolates disponíveis. E em comemoração ao Dia da Chocolate, a rede traz uma lâmina especial. Mais informações pelo site: www.fortaatacadista.com.br.

A rede cumpre todas as medidas de prevenção contra o coronavírus e funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h, e aos domingos das 7h às 20h, nos seguintes endereços:
Cuiabá Areão – Avenida Miguel Sutil 3945, Areão
Cuiabá Vista Alegre – Avenida Fernando Corrêa da Costa, 5150, Vista Alegre
Várzea Grande – Avenida da FEB, 525, Alameda
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site