Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020

Tendência para o pós pandemia, home office se consolida entre as empresas

68612274116092020_Pixabay_02
Com o isolamento social ensaiando para um término, algumas empresas que estão funcionando em home office tendem a não retornar mais para o escritório físico. A verdade é que antes da pandemia havia muitas alternativas digitais e personalizadas para vários setores, e que acabaram sendo implementadas agora neste conturbado período. Com tudo isso, é importante que os profissionais que estão exercendo as atividades laborais em casa também adotem um série de cuidados para uma melhor adaptação. A Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19, elaborada pela Fundação Instituto de Administração (FIA), coletou, em abril, dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil e revelou que, apesar das dificuldades, 50% das empresas disseram que a experiência com o teletrabalho superou as expectativas e 44% afirmam que o resultado ficou dentro do esperado. No entanto, pouco mais de um terço (36%) disse que não pretende manter o trabalho a distância após o fim da pandemia. Um percentual semelhante (34%) tem a intenção de continuar com o teletrabalho para até 25% do quadro. O restante (29%) quer manter o home office para pelo menos 50% do quadro ou até todos os funcionários. O presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, regional Mato Grosso (SBOT-MT), Dr. Renam Bumlai, alerta que, com o trabalho online, algumas medidas para evitar dores e lesões devem ser tomadas. “Como o trabalho em casa ainda é uma novidade para algumas pessoas, é bom lembrar que existem situações que podem interferir na adaptação desse cenário. Por exemplo, a ausência de cadeira adequada, o mal posicionamento do computador e a rotina de ficar sentado por horas são algumas delas”, destaca o médico. De acordo com uma pesquisa realizada pela Global Mobile Consumer Survey Brasil 2019 da Deloitte, os smartphones já fazem parte da vida de 92% dos brasileiros, que o utilizam para trabalhos remotos. Desta forma, manter-se atento aos cuidados com a postura, aos equipamentos utilizados como apoio e praticar exercícios de alongamentos são fundamentais para a prevenção de lesões. Cuidar da saúde durante o trabalho em casa pode prevenir problemas de coluna, ombros e mãos. “Exercícios de alongamento e fortalecimento podem aliviar a tensão no pescoço com o movimento de ‘sim’ e ‘não’ com a cabeça. Fazer pausas a casa 30 minutos, levantar-se e alongar-se para reduzir a carga sobre as costas e os ombros são dicas valiosas que podem ajudar a evitar dores e lesões causadas pelo excesso de tempo em uma mesma atividade”, finaliza o ortopedista.

Fotos: Pixabay
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

roseli

roseli

Comentários

Feito por
⚙️