Sábado, 31 de Julho de 2021

Sesc Pantanal destina 10 toneladas de resíduos recicláveis e gera renda para 25 famílias de Poconé

Cooponé

Cerca de 10 toneladas de papel, papelão, tetra pak, alumínio, pet e plástico, consumidos no Hotel Sesc Porto Cercado, unidade do Polo Socioambiental Sesc Pantanal, foram destinados, nos últimos dois anos, à Cooperativa de Catadores de Materiais Reaproveitáveis de Poconé (Cooponé). A parceria, além de colaborar com o meio ambiente, garante o sustento de 25 famílias do município e incentiva a prática da coleta seletiva, neste Dia Internacional da Reciclagem (17/05).

“Sou grata à mãe natureza e a esta parceria em todo momento, pois recebemos uma quantidade expressiva de resíduos do Sesc Pantanal. Isso representa não passar fome, não ficar sem pagar minha conta de água e de energia. Representa ter pão em casa de manhã”, relata a catadora da Cooponé, Ilzabete Ventura Gomes, 54 anos, que trabalha há nove anos como catadora, de onde conquista a renda que sustenta sua família.

A reciclagem é o processo de transformação do resíduo sólido que não seria aproveitado, que envolve a alteração de suas propriedades físico, físico-químicas ou biológicas, de modo a atribuir características ao resíduo para que ele se torne novamente matéria-prima ou produto, segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A reciclagem, portanto, permite que boa parte dos resíduos gerados voltem à cadeia de valor, minimizando os impactos do descarte.

A superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano, explica que a gestão ambiental do Hotel Sesc Porto Cercado é norteada pela sustentabilidade e, para isso, criou-se uma política ambiental que direciona todas as atividades. “Além do envio de materiais para reciclagem, tudo o que é orgânico também passa pelo processo de compostagem na Casa da Reciclagem e vira adubo, doado para uma horta orgânica. É uma importante cadeia de desenvolvimento sustentável que funciona e beneficia a todos: pessoas e meio ambiente. Afinal, tudo está conectado”, enfatiza.

Nas cinco unidades do polo, localizadas no Pantanal e Cerrado, 100% dos resíduos recebem tratamento ou destinação adequada. Somente nos último dois anos, o Hotel Sesc Porto Cercado, o Parque Sesc Baía das Pedras, o Sesc Poconé, a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN Sesc Pantanal), o Parque Sesc Serra Azul e a Base Administrativa encaminharam 300 toneladas de resíduos para a Cooperativa Conexão Verde Vitória (recebem orgânicos), Projeto Fernisis (recebem óleo de cozinha), Máxima Ambiental (resíduos de saúde), Eco Ambiental (resíduos de obra), Ecodescarte (eletrônicos e lâmpadas) e o Centro de Gerenciamento de Residuais Cuiabá (recebe lixo).

Coleta seletiva em casa 

O Dia Internacional da Reciclagem foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura (Unesco) e busca estimular a reflexão sobre a importância de fazer o descarte correto dos itens que consumimos.

A engenheira Ambiental e Analista de Gestão Ambiental do Sesc Pantanal, Anny Silva, conta que o Brasil é um dos maiores produtores de lixo no mundo e, mesmo assim, a reciclagem ainda tem baixo índice. Por isso, toda iniciativa, até mesmo feita em casa, já faz a diferença.

“A separação entre resíduos molhados e secos, por exemplo, já colabora muito para o trabalho dos catadores. É algo que qualquer pessoa pode começar agora mesmo. Hoje é dia Internacional da Reciclagem, mas essa ação, feita todos os dias do ano, colaboram muito para o meio ambiente e para as pessoas que dependem desse trabalho”, ressalta.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site