Sábado, 10 de Abril de 2021

Saiba como funcionarão as UPAs e Policlínicas com novo fluxo para conter avanço do coronavírus

UPA e Policlínica do Verdão e UPA Pascoal Ramos ficarão responsáveis pelo atendimento a casos notificados de covid-19. Demais unidades atenderão outros tipos de doenças

 

 

Visando combater o avanço do novo coronavírus neste período de pico da pandemia de covid-19, a Prefeitura de Cuiabá, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ampliou a rede de assistência à saúde, tanto na Atenção Secundária, com a abertura de mais 69 leitos de enfermaria distribuídas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Verdão e do Pascoal Ramos e na Policlínica do Verdão, quanto na Atenção Terciária, com a abertura de mais 20 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 40 leitos de enfermaria no Hospital São Benedito, que passa a ser exclusiva para casos de covid-19. Com isso, houve uma adequação no fluxo de atendimento das unidades de Atenção Secundária (UPAs e Policlínicas), conforme anunciado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, na terça-feira (9), durante coletiva de imprensa.

A partir de agora, as unidades de atenção secundária serão divididas da seguinte forma:

Atendimento geral: Policlínicas do Planalto, Pedra 90 e Coxipó e a UPA Morada do Ouro, que concentrarão os atendimentos a pacientes sem suspeita de covid-19.

Unidades referência para covid-19: Complexo Verdão (UPA e Policlínica) e UPA Pascoal Ramos, que ficarão responsáveis pelo atendimento a casos notificados de covid-19. Importante destacar que a UPA Verdão segue com atendimento a porta fechada, ou seja, recebendo apeas pacientes transferidos de outras unidades e a Policlínica do Verdão e a UPA Pascoal Ramos seguirão com atendimento de porta aberta à população.

O secretário-adjunto de Atenção Secundária, Paulo Felipe Cardoso Costa, explica que o objetivo é evitar ao máximo que pacientes com sintomas de covid-19 fiquem misturados com pacientes sem esse tipo de suspeita, evitando assim o risco de contágio pelo novo coronavírus que, conforme o Informe Epidemiológico nº 09/2021, está em 0,97, o que significa que 100 pessoas contaminadas podem contaminar outras 97.

“Basicamente, atenção primária vai ser a porta de entrada conforme diz a lei 8.080 e todos os protocolos do Ministério da Saúde. Os casos moderados a grave vão entrar na secundária, via policlínicas e UPAS. SE tiver que internar o paciente, vai transferir para os principais hospitais referência – São Benedito e o antigo Pronto Socorro de Cuiabá. Esse é o fluxo básico. O que é importante? Não podemos cruzar pacientes que não são diagnosticados com covid com aqueles que são covid. Senão a gente vai contaminar tudo e não vai conseguir vencer essa pandemia. Nós montamos o fluxo, conseguimos ampliar mais uma vez na história em Cuiabá”, afirma o adjunto.

Nas unidades de referência para covid-19, o atendimento das equipes deverá seguir o seguinte fluxo:

– O paciente passará pela triagem com enfermeiro.

– Em caso de sintomas leves de covid-19, será atendido pelo médico e referenciado para que uma unidade básica de saúde faça o monitoramento.

– Os casos que não sejam de suspeita de covid-19, sejam encaminhados para as demais unidades de atendimento geral.

– Em caso de sintomas moderados a graves de covid-19, seguirá o atendimento na própria unidade.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Feito por
⚙️