Domingo, 29 de Novembro de 2020

Personagens de Rafael Jonnier levam cores aos corredores do Hospital Estadual Santa Casa

862721

Ajudar no resgate da autoestima das crianças que passam por algum tipo de tratamento ou que precisam ficar internadas no Hospital Estadual Santa Casa é a proposta do artista plástico Rafael Jonnier, que estampou os corredores da ala pediátrica com seu mundo lúdico, repleto de cores e personagens, transformando o local em um mundo de sonhos.

O Pescador de Sonhos e a Princesinha do Rio também estão presentes em cenas que estimulam as crianças a soltarem a imaginação e serem levadas a um mundo de fantasia. “Em cada ponto pintamos uma coisa diferente, com a intenção de transportar a criança para um ambiente imaginário, cheio de paz e amor, fazendo com que a arte auxilie a melhorar a rotina desses pequenos”, ressalta Jonnier.

Ele revela que estava sentindo falta de se dedicar aos trabalhos sociais. “Esse projeto me devolveu a paz que só é possível se ter ajudando o próximo. No início do ano fazíamos um trabalho de visitas às creches e escolas públicas para pintar e falar sobre arte. Sempre ia com o pensamento de mudar a vida dessas crianças e isso fez com que eu me inspirasse e me dedicasse a transformar esses três corredores, tirando a parede branca e inserindo cores e alegria”, comenta.

Foram três semanas dedicando seu tempo com o objetivo de transformar a vida desses pacientes. “Deus me deu o dom de pintar. Usar isso para ajudar e impactar positivamente a vida das pessoas é muito gratificante”, finaliza o artista.

Dedicado aos usuários do Sistema Único de Saúde, o Hospital Estadual Santa Casa foi totalmente reformado e entregue à população na última terça-feira (23), em evento realizado com a presença do governador Mauro Mendes, do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, entre outras autoridades.

Sobre Rafael Jonnier

O artista plástico cacerense Rafael Jonnier começou sua carreira pintando o estilo Pop Art, muito conhecido pelos trabalhos de grandes artistas como Andy Warhol e Basquiat, passou pelo grafite, deixando sua marca registrada nas ruas do Centro Histórico de Cuiabá com o personagem Pescador de Sonhos, inspiração para a sua primeira exposição solo: Pescando Sonhos. Em 2018, Jonnier ganhou residência artística na Europa e produziu as obras para a exposição “Origins”. Lá, o jovem teve como cenário a encantadora e animada capital da Holanda, Amsterdã. O objetivo principal de Jonnier é levar positividade e fazer com que o público se envolva com as suas obras, convidando as pessoas a mergulharem, interagirem e  a olharem a arte de outra forma.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

admin

admin

Comentários

Feito por
⚙️