ONG Lírios inaugura espaço para acolher filhos de vítimas de violência doméstica

ONG Lírios1 (1)

Nova sala foi reformada com apoio das doações do Troco Solidário, do Fort Atacadista

Assistidas pela ONG Lírios (Liga de Reestruturação das Irmãs Ofendidas no Seu Sentimento), que auxilia mulheres vítimas de violência doméstica, ganharam esta semana um novo espaço de acolhimento com a reinauguração de uma sala reformada com o apoio das doações do Troco Solidário, do Fort Atacadista. A entidade ampara a reconstrução da autoestima e reestruturação da vida de mulheres e crianças vítimas de atos de violência no âmbito familiar.

A reinauguração do espaço, na rua da Fraternidade, no bairro Jardim Imperador, em Várzea Grande, foi por meio de sistema drive-visita, para evitar aglomerações. Em virtude da pandemia, os atendimentos da instituição também estavam sendo realizados virtualmente, mas retornam presencialmente, na primeira semana de maio, seguindo protocolos de biossegurança.

A diretora executiva da entidade, Maria Fernanda Figueiredo, explica que a reforma do espaço, dedicado ao atendimento psicológico dos filhos das vítimas que também foram expostos à violência no lar, só foi possível graças ao projeto Troco Solidário, do Fort Atacadista, iniciativa do Grupo Pereira. A Lírios foi contemplada com as doações entre agosto e dezembro de 2018 e o valor arrecadado foi repassado em janeiro de 2019.

“Durante esse período nós aplicamos o dinheiro, tínhamos a esperança de construir um espaço em um terreno doado, que não se confirmou, mas conseguimos custear a reforma do local que já possuíamos e assim podemos ampliar nosso trabalho de apoio a essas vítimas”, conta Maria Fernanda.

O valor entregue para a entidade foi de R$ 55.498,27, resultado das doações (que podem ser centavos) que os clientes fizeram nas lojas do Fort Atacadista de Cuiabá e Várzea Grande.

“Somos muito gratos ao Fort pelo projeto e aos clientes que abraçam a causa, não só a nossa, mas de outras entidades que também sobrevivem de doações e precisam desse incentivo”, frisou a diretora executiva. Segundo ela, as mulheres começaram a procurar a entidade relatando que os filhos também sofrem com a violência em casa. “A nova sala irá ajudar esses menores com atendimento psicológico adequado”, reitera Maria Fernanda.

Sobre a Lírios
Fundada em dezembro de 2013, a entidade sem fins lucrativos funciona em uma casa cedida pela instituição religiosa – Grupo Espírita Fraternidade – e sobrevive da doação de voluntários. A ONG também recebe eventuais doações e mantém bazar de roupas e acessórios usados. Mais informações: (65) 99233-5440.

Sobre o Troco Solidário
O programa social Troco Solidário, do Grupo Pereira, que existe desde 2007, encerrou o ano de 2020 com mais de R$ 3,4 milhões em arrecadações, sendo R$ 2,2 milhões vindos de contribuições dos clientes e R$ 1,2 milhão de aporte da empresa. O montante foi distribuído a cerca de 80 entidades beneficentes nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, onde as lojas do Comper e Fort Atacadista estão presentes.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site