Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021

Morar sozinho e comer saudável é o desafio do século 21

cozinha quem mora sozinho - divulgação
Nutricionista dá dicas para quem vive sozinho, organizar a cozinha e aproveitar melhor os alimentos

Quem mora sozinho sabe o quanto é bom, mas também é trabalhoso. Cuidar da limpeza da casa, lavagem das roupas, contas, boletos, compras de supermercado e ainda cozinhar! Há quem fique desmotivado em fazer as refeições sem ter companhia e acabam negligenciando a alimentação. E viver sozinho parece ser a tendência do século 21. Segundo pesquisa do IBGE, cerca 30 milhões de brasileiros preferem viver sozinhos e são mais felizes. Em 10 anos, o número de pessoas que vivem sozinhas no Brasil saltou de 10,4% para 14,6% da população, segundo o Instituto.

Mas nem tudo é céu azul na solidão voluntária. Outro levantamento realizado pela Pesquisa Nacional de Saúde, chegou à conclusão de que 66,1% dos entrevistados avaliaram a saúde como boa, porém apenas 37,3% consomem a quantidade diária de frutas e hortaliças. Outros 37,2% consomem carne ou frango com excesso de gordura.

Para não entrar na onda dos brasileiros que acabam comendo mal devido à “correria” e acabam consumindo mais alimentos enlatados e industrializados, trouxemos algumas dicas que poderão ajudar a rotina na cozinha a ser saudável, nutritiva sem perder a praticidade. As orientações são da nutricionista do Fort Atacadista, Erika Milla Freitas Lima.

Faça suas compras mensal e a cada 15 dias – Reserve algumas horas de um final de semana para ir ao supermercado. Compras de alimentos menos perecíveis como arroz, feijão, sal, azeite, manteiga, macarrão, podem ser feitas uma vez por mês e armazenadas no armário. E os vegetais, frutas, verduras e queijos podem ser comprados quinzenalmente e organizados na geladeira, orienta Erika.

Não se preocupe com a quantidade – Você já deve ter muito o que pensar, então não precisa ficar na “neura” sobre o quanto vai ter que cozinhar para se alimentar. Cozinhe o quanto achar necessário e guarde a sobra para uma próxima refeição. Afinal, os imprevistos acontecem e às vezes aquele macarrão do jantar do dia anterior garante o almoço no dia seguinte.

Congele as sobras – Ter potinhos de plástico em casa é sagrado, então use-os para congelar as sobras. Lembre-se que cada comida deve ficar em sua casinha, ou seja, cada alimento vai para um pote específico. Detalhe importante: ao cozinhar, não precisa esperar que os alimentos esfriem antes de guardá-los no congelador. Isso é um mito, diz a nutri. Para garantir a segurança alimentar, é preciso que a comida esfrie relativamente rápido, e passe de 60ºC para 10°C em até duas horas.

Congele também vegetais e carnes frescos – Lembre-se da praticidade. Os legumes congelados têm as mesmas propriedades dos alimentos frescos. As carnes também permanecem com os mesmos nutrientes após a refrigeração.  A dica é comprá-los semanalmente e, quando chegar em casa, fazer os cortes e armazená-los no congelador. Após o congelamento, o prazo de durabilidade também se estende.

Eleja um dia para cozinhar e armazenar em marmitas – Como você mora sozinho, duas xícaras de arroz, uma de feijão e 1 kg de carne duram uma semana. Escolha uma tarde do final de semana ou uma noite e cozinhe uma refeição básica. Exemplo: arroz, feijão, carne moída, ou em pedaços frita. Separe porções para marmitas e congele. Assim, ao longo da semana, terá no freezer o básico e os legumes para ir montando os cardápios no dia a dia.

Evite comprar guloseimas e invista nas frutas – Opte por não comprar alimentos industrializados, pois na hora que bater a fome, você irá escolher biscoitos, bolachas, salgadinhos e doces ao invés de uma refeição saudável. Comprar frutas, por outro lado, pode substituir os alimentos ricos em açúcar e são mais nutritivos.

Onde encontrar – O Fort Atacadista possui uma variedade de frutas, verduras e legumes, além dos itens alimentícios da cesta básica a preços baixos e das melhores marcas. As lojas ficam em Cuiabá e Várzea Grande. As lojas estão funcionando de segunda a sábado, das 6h às 19h e, no domingo, das 6h às 12h, atendendo determinação do Poder Público devido a pandemia.

O Fort segue todos os protocolos de segurança sanitária para garantir a proteção dos clientes e funcionários, disponibilizando álcool em gel para higienização das mãos, limpeza constante dos carrinhos e informando sobre o uso obrigatório de máscaras faciais, além de outras medidas.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Feito por
⚙️