Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020

Chapada dos Guimarães recebe Escola Técnica Estadual

603644

Patrimônio histórico de Chapada dos Guimarães, a 64km de Cuiabá, por onde passaram diversas gerações de alunos, a estrutura da Escola Evangélica Buriti, criada em 1923, agora é Escola Técnica Estadual Buriti. O termo de comodato assinado nessa tarde de terça-feira, 20 de junho, entre o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) e a Fundação Buriti, cede a estrutura da escola que, a partir de agora integra a rede de escolas técnicas estaduais, que passa a conta com 10 ETE’s em funcionamento e mais 8 em construção. Para o governador Pedro Taques, o resgate da história, aliado ao fomento à formação profissional é o foco do convênio. “Todo mundo tem uma história da Buriti para contar. É um patrimônio que precisa ser valorizado, assim como a comunidade de Chapada, que agora pode contar com a Escola Técnica para atender a demanda de qualificação de mão de obra em toda região”, afirmou Taques.

A escola iniciará as atividades em agosto próximo, com estrutura administrativa completa, seis salas de aula, ginásio, instalações agrícolas e um potencial para ativação posterior de mais quatro salas e auditório. Segundo o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Sávio Parreira, a escola inicia as atividades em agosto com 5 cursos técnicos. “Somente nesse primeiro semestre de funcionamento, serão atendidos 150 alunos nos cursos técnico em eventos, técnico em hospedagem e técnico em Bar & Restaurante, além de dois cursos de línguas – inglês e espanhol”, reforçou Domingos Sávio. Os cursos técnicos têm dois anos de duração e são direcionados aos alunos que estão matriculados a partir do segundo ano do ensino médio, e acontecem no contra turno de suas atividades escolares. Já os cursos de idiomas, são da modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) e são abertos ao público geral. “As matrículas dos cursos técnicos serão feitas via Secretaria de Estado de Educação e devem iniciar em julho, já os cursos FIC serão divulgados pela Escola e pela Secitec”, explicou Domingos Sávio.

Para o pastor Djaik Souza Neves, presidente da Igreja Presbiteriana do Jardim Guanabara e presidente da Fundação Buriti, a retomada é uma conquista, já que desde 2003 a escola encerrou as atividades na formação profissional. “A Escola Evangélica Buriti funcionava em regime de internato e convencional. E é uma grande alegria, resgatar a educação e os propósitos dela. A Fundação Buriti, serve a sociedade através da educação e pautada pelos princípios cristãos. Contar com o governo do Estado e a Secitec nessa missão é uma conquista que alcançará adolescentes, jovens e adultos que tanto carecem de formação educacional técnica e de valores”, destaca o presidente.

Conhecido como um município de vocação turística, Chapada dos Guimarães, tem forte demanda em mão de obra qualificada no setor e os cursos oferecidos pela ETE Buriti já vem alinhados com a parceria da Prefeitura Municipal. “A Buriti tem uma história direta com a comunidade chapadense. Resgatar o vínculo social da escola com a expectativa de trazermos oportunidades aos nossos jovens é uma grande conquista. Nosso compromisso é de unir alunos e empresários em um objetivo comum que é o desenvolvimento de Chapada dos Guimarães”, afirmou Telma de Oliveira, prefeita do município de Chapada dos Guimarães.

Escolas Técnicas Estaduais
Com a assinatura do termo, o Estado passa a ter dez unidades em funcionamento, que atendem anualmente mais de 12 mil alunos, em aproximadamente 350 turmas, divididas entre cursos Técnicos e cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), em todo Estado – Alta Floresta, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Poxoréo, Cuiabá e agora, Chapada dos Guimarães. Para 2017 e 2018, estão em construção mais oito novas escolas técnicas – Água Boa, Cáceres, Campo Verde, Juara, Matupá, Primavera do Leste e Sorriso. “O governo do Estado está investindo 85 milhões na construção de 8 novas escolas técnicas e mais 1,5 milhões de reais em reformas nas outras ETE’s. Um compromisso com a formação técnica profissionalizante e o desenvolvimento de Mato Grosso”, destaca o secretário Domingos Sávio.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

admin

admin

Comentários

Feito por
⚙️