Quarta-Feira, 18 de Maio de 2022

TCE-MT e AMM debatem criação de sistema de planejamento e contabilidade e avançam na implantação do GPE

160290fe28713c0b9baf0b4c2d52b9b1

Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) e Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) deram início, na última quarta-feira (4), ao debate acerca da criação de um sistema integrado de planejamento, contabilidade e finanças para os municípios do estado. A plataforma, semelhante ao Fiplan-MT, substituirá o sistema Aplic e facilitará a prestação de contas, fortalecendo o controle externo.

De acordo com o presidente da Corte de Contas, conselheiro José Carlos Novelli, a novidade trará mais segurança para a contabilidade das prefeituras, tornando-a mais fidedigna. “Essa parceria vai nos ajudar na implementação de um novo sistema junto a toda a administração pública mato-grossense. Isso já é executado no governo do estado, inclusive com reconhecimento internacional.”

Neste contexto, o presidente da AMM, Neurilan Fraga, explicou que uma das maiores preocupações da entidade diz respeito ao planejamento. “O que mais nos interessa é fazer com que os gestores façam uma boa gestão. Para isso, tem que haver tanto o planejamento quanto as ferramentas de controle dos gastos e de desempenho.”

Na ocasião também foi debatido o andamento do Programa de Apoio ao Gerenciamento do Planejamento Estratégico dos Municípios (GPE). O programa, de longo prazo, visa abranger os 141 municípios do estado no que diz respeito ao desenvolvimento das políticas públicas municipais, tais como de saúde, educação, infraestrutura, economia e assistência social.

A partir disso, os gestores passarão a contar com eixos e metas já estabelecidos. “Ao avançarmos no desenvolvimento destes dois projetos, teremos duas ferramentas tecnológicas importantíssimas para o desenvolvimento da administração pública, que é nosso principal objetivo”, pontuou o presidente.

Durante a reunião, Neurilan Fraga destacou o aniversário de 39 anos da AMM, celebrado hoje. “Quem ganha com essa parceria são os gestores municipais e a população que mora nos municípios, que vai viver sob gestões planejadas, cujas ações serão bem executadas porque haverá o acompanhamento financeiro e físico”, concluiu.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site