Quarta-Feira, 18 de Maio de 2022

O melhor aprendizado

Valeriano

O meu primeiro intercâmbio aconteceu no início dos anos 1980, naquela época eu sonhava em morar fora do país. Eu era apaixonado em aprender novos idiomas. O local que escolhi para vivenciar esta experiência foi os Estados Unidos, onde fiquei no estado de Oklahoma e depois em Washington na fronteira com o Canadá, mais especificamente em Seattle. Eu me lembro como se fosse ontem, a mágica que acontecia a cada descoberta naquela trajetória. Era uma época em que não tínhamos nem celular, tudo para mim era novidade. Eu via carros automáticos, faca elétrica, comidas diferentes e fazia amizades maravilhosas com gente do mundo inteiro. Enfim, foi esse sonho e essa paixão que desenharam a minha vida para fazer o que faço.

Hoje, o mundo evoluiu muito, temos uma conectividade virtual intensa que nos une e quebra as barreiras de distância facilmente. Mas se alguém me perguntasse uma opinião sobre estudar virtualmente um novo idioma ou viajar para fazer isso, por exemplo, certamente a minha resposta seria a segunda opção.

Nada se compara ao aprendizado que um novo local, uma nova cultura e novas pessoas te trazem. Vai muito além de aprender uma língua. A sua inteligência emocional dá um salto, sem falar no seu conhecimento geral. E é isso que me fez trabalhar nesta área, esse encanto que nunca acaba com o intercâmbio, não importa para onde você vá, sempre tem algo incrível para conhecer, aprender e ver. E auxiliar outros a vivenciarem isso me dá energia. Ajudar alguém a passar por uma high school, um curso técnico, uma universidade no exterior é o que me empolga a cada dia.

Ao longo destes anos na área, já acompanhei mais de 10 mil intercambistas de alguma forma. Não posso negar que fico extremamente envaidecido e feliz por ter, de alguma maneira, mudado a vida deles. E tenho também a memória cheia de recordações, como se eu colecionasse milhares de bons momentos de diversas pessoas. Quer algo mais recompensante do que isso em uma profissão? Não consigo imaginar coisa melhor.

Sei que a insegurança bate na hora que alguém pensa em viajar para um lugar que nunca viu, onde não conhece ninguém e ainda por cima com hábitos totalmente diferentes em um idioma que também não é o seu. Falando dessa forma, poucas pessoas topariam um intercâmbio. Mas o engraçado é que é justamente tudo isso que te encanta, que te empurra para frente e te traz habilidades que, às vezes, outras pessoas demoram uma vida inteira para conseguir desenvolver.

Autoconfiança, coragem, conhecimento, currículo, amizades, independência, desenvoltura. Eu poderia ficar horas aqui listando os adjetivos que um intercâmbio gera dentro de nós, mas acho melhor resumir em um pensamento curto: não deixe uma vida inteira passar para se aprimorar, aproveite este mundo imenso que temos! O melhor aprendizado é a troca de experiências.

Valeriano Martins é CEO da Best Intercâmbio

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site