Quinta-Feira, 11 de Agosto de 2022

Espelhos da Terra é tema da nova exposição da artista plástica Dayana Trindade

Exposição Dayana Trindade

Feche os olhos e se imagine em um passeio noturno. Essa é a experiência que a instalação Espelhos da Terra, criada com obras da artista plástica Dayana Trindade, vai proporcionar aos visitantes da exposição no Várzea Grande Shopping.

Ao entrar na exposição, a fonte de luz negra reflete as luzes neon das telas e das imagens fazendo com que o visitante percorra o espaço através de uma nova perspectiva, sendo “transportado” para diferentes cenários do bioma mato-grossense com a proposta de despertar e estimular a preservação ambiental.

“Enquanto pintava as obras, já imaginava os visitantes percorrendo a exposição e se impressionando com o que viam. Os quadros ganham vida e cor diferentes quando iluminados com a luz negra. A instalação Espelhos da Terra proporciona uma verdadeira experiência sensorial e vai encantar adultos e crianças”, explica Dayana.

Além da exposição, montada no piso 2 do empreendimento, os visitantes vão poder contemplar uma mini exposição na vitrine cultural do Shopping, com obras da artista e também do artista convidado Victor Hugo.

“Um espelho sempre contém mais coisas do que os olhos podem ver. Permita-se sentir! “, conclui a artista.

Inovadora, Dayana Trindade é hoje uma das artistas que participa do projeto NFT Mulheres Brasileiras. A artista faz parte da plataforma virtual, com trabalhos exclusivos onde tem a oportunidade de apresentar as obras produzidas em telas físicas agora digitalizadas para o NFT.

NFT é a sigla em inglês para non-fungible token (token não fungível, na tradução para o português). Um token, no universo das criptomoedas, é a representação digital de um ativo – como dinheiro, propriedade ou obra de arte – registrada em uma blockchain, tecnologia que nasceu com o BTC no final de 2008. Exemplo: se uma pessoa tem o token de uma obra de arte, significa que tem direito àquela obra – ou parte dela.

Sobre a artista

Dayana Trindade, 38 anos, é natural de Campo Grande (MS), mudou-se para Cuiabá em 2011. Enfermeira desde pequena Dayana se interessava pela arte, pela pintura e dava cor a vários objetos de madeira, vidro e metal.
Esse ano a artista realizou a exposição Mato Grosso Amor à Primeira Vista em um shopping da capital; participou da mostra ‘Nascidos da Terra’ na Câmara Municipal, expôs na Conferência sobre o estatuto do Pantanal, mais recentemente pintou uma obra em tempo real, durante o evento Virada Feminina, na Assembleia Legislativa e de forma virtual, Dayana participou da ‘Exposição Virtual Coletiva’
Em 2020, a artista doou uma obra que foi leiloada virtualmente com intuito de arrecadar fundos para aquisição de EPI para enfermeiras no início da pandemia. Ainda no ano passado, Dayana participou de uma live com o artista plástico Bruno Portella sobre a relevância artística e do Show-Room Virtual em 3D com Curadoria de Heloisa Azevedo.
A carreira como artista plástica começou em 2016, pintando pedras e participando de feiras de artesanato e exposições. Em 2019, Dayana começou a estudar para somar dom e talento às técnicas.
Ainda 2016 ela participou da exposição de artes na Feira Internacional do Turismo (FIT). Em 2019 as participações foram na exposição coletiva “A arte de Amamentar”, com curadoria de Ferraz Ronei, na exposição individual “Pantanal e Sua Cultura Espontânea”, na Universidade de Cuiabá e na Feira Cultural e Sustentável em Chapada dos Guimarães.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site