Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021

Deputado Thiago Silva realiza Audiência Pública para debater pandemia e o futuro da educação de MT

WhatsApp Image 2021-09-02 at 18.40.03 (1)

O deputado estadual Thiago Silva promoveu ontem quinta-feira em nome da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa uma Audiência Pública para debater os impactos da pandemia, os desafios e o futuro da educação em Mato Grosso.

A audiência virtual contou com a participação de diversas instituições e entidades que atuam na área da educação pública e privada do estado e ocorreu de forma virtual, com transmissão ao vivo pela TV Assembleia, rádio e redes sociais.
O requerente, deputado Thiago Silva conduziu a Audiência Pública e iniciou sua fala ressaltando o desafio que Mato Grosso terá para recuperar a aprendizagem de estudantes que ficaram sem condições de estudo durante os mais de 18 meses da atual pandemia e também sobre a saúde mental dos profissionais da educação, alunos e toda a comunidade escolar.

“O objetivo da audiência foi ouvir todos os agentes envolvidos na educação, seja pai, aluno, professor e toda a comunidade escolar que sofreram impacto com a pandemia do coronavírus. Precisamos preparar o futuro das nossas crianças e jovens e investir maciçamente neste plano pós-pandemia com foco na recuperação da aprendizagem e enfrentamento da evasão escolar. A desigualdade é nítida nos 141 municípios de Mato Grosso, seja no campo ou na cidade vemos situações onde alunos não possuem internet banda larga e celular para navegar e dessa forma precisamos unir forças, entidades e Governo para reverter essa situação”, ressalta o deputado Thiago Silva.

Foram debatidos por quase 3 horas temas relevantes como a necessidade da vacina para os alunos, investimento em tecnologia, a biossegurança das escolas estaduais e privadas, a recuperação dos estudantes que não se matricularam nas escolas, o déficit de aprendizagem dos alunos, a formação continuada de professores e comunidade escolar e a preparação da Seduc para o período pós-pandemia.

Representando a Secretaria Estadual de Educação o Superintendente Saulo Scariot e a professora Elina Padilha apresentaram dados sobre o trabalho da pasta e os investimentos para atender escolas, professores e alunos neste último ano. O Superintendente da Seduc apresentou dados referente a investimentos do Governo na ordem de R$ 59 milhões para atender 727 escolas do estado com foco na biossegurança para o retorno às aulas.

“O recurso destinado pela Seduc tem o objetivo de fazer a preparação para o retorno das aulas híbridas com a contratação de empresas para realizar a biossegurança, compra de álcool em gel e máscaras, material de limpeza. A Seduc fez também o trabalho de busca ativa a todos os estudantes, com objetivo de repatriar os alunos que deixaram a escola, onde fizemos treinamento de servidores responsáveis por fazer esse trabalho junto à comunidade e ir atrás com objetivo de diminuir a evasão escolar. Os professores também foram contemplados com capacitações e orientações, internet banda larga e notebook e todo o suporte que a Seduc buscou dar aos servidores da educação. Outro trabalho feito pela secretaria foi com foco na educação socioemocional dos servidores, programa de educação financeira, cursinho digital Pré-Enem para auxiliar os alunos nas provas e todo o acompanhamento necessário ao aluno”, disse Saulo.

O Reitor da Unemat Rodrigo Zanin fez sua explanação na Audiência destacando que a Universidade também teve que se adequar a esse novo momento e realizar atividades virtuais na instituição. “A pandemia acelerou processos com a implantação da tecnologia tanto para alunos quanto para professores e hoje a Unemat que está presente em 40 cidades do Estado seja com Campus ou Núcleos, tem um público de mais de 19.500 estudantes. A Unemat, que é patrimônio do Estado criou o ensino remoto emergencial com objetivo de continuar as atividades de forma remota e isso possibilitou a formação de jovens para o mercado. Em 2021/2 estamos trabalhando de forma gradual o retorno híbrido, sendo obrigatória a presença apenas nas disciplinas práticas”, disse.

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sinterp/MT) esteve representado pelo seu presidente Valdeir Pereira que falou sobre os casos de coronavírus nas escolas e demonstrou sua preocupação com a aprendizagem dos alunos. “Ressaltamos que é preciso melhorar o trabalho nas escolas públicas, pois hoje é necessário serem contratados profissionais para atender o retorno às aulas de forma segura para todos. Outro ponto visível é a desigualdade social entre o aluno da escola pública e da escola privada durante a pandemia, pois muitos não possuem sinal de internet para realizar seus estudos, o que mostra esta disparidade. É preciso que a Seduc crie estratégias para recuperar a aprendizagem dos alunos e novas atividades pedagógicas para estimular os professores”, disse Valdeir.

Para a vice-presidente da União Estadual dos Estudantes de Mato Grosso (UEE), Amanda Silva, neste debate deve estar incluso também a vacina para os estudantes, pois existem casos de pessoas que já faleceram com Covid.

“Precisamos de uma atenção especial para a vacina para os estudantes e o cuidado com o Novo Ensino Médio que precisa ser amplamente debatido para com a sociedade civil organizada”, relata Amanda.

O jornalista e estudante de Direito da Unemat Eduardo Ramos contribuiu no debate com sugestões para melhorias na educação estadual. “É preciso que tenhamos orçamento preservado para estruturar a rede do ensino e acesso à internet para alunos que não tem condições, também usar recursos tecnológicos para que no contra-turno possamos recuperar o tempo perdido e a aprendizagem durante a pandemia. Outra sugestão são bolsas sociais para os alunos carentes dedicar de forma integral a aprendizagem na Universidade”, disse Ramos.

Finalizando a reunião, o deputado Thiago Silva lembrou que foi o primeiro parlamentar a falar sobre a importância da aquisição dos computadores para professores e irá continuar trabalhando para que os alunos também possam ser beneficiados, como uma política de Estado permanente em prol da educação. “Assim como o lápis e caderno, o acesso à tecnologia e computador também é dever do Estado para com os alunos e iremos trabalhar para incluir na LDO e LOA essa demanda dos estudantes, além da vacina. Sugiro também a contratação de equipe multidisciplinar com psicólogos e assistentes sociais para amparar professores, alunos e cuidar do emocional dos que estão com dificuldade neste retorno híbrido. Irei continuar trabalhando para defender melhorias na área pedagógica e estrutural das escolas e universidades. As sugestões apresentadas no debate iremos encaminhar para o Governo e Seduc com objetivo de criar políticas públicas que estejam alinhadas com este novo momento e os anseios da comunidade escolar”, garante o deputado Thiago Silva.

Também participaram da Audiência SISPMUR, Rede de Apoio, UNDIME, AMM, UFR, UNIC, INSTITUTO IBG e UFMT, que foi acompanhada por mais de 700 internautas na rede social da Assembleia Legislativa.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site