Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Cuiabá é a capital do Centro-Oeste com segundo melhor percentual de aplicação de doses da vacina contra a covid-19

Capital está à frente do Distrito Federal e de Goiânia, que registram 56% e 36,7%, respectivamente

Clique para ampliar 

Cuiabá é a segunda melhor capital do Centro-Oeste em percentual de aplicação das doses recebidas para a campanha de imunização contra a covid-19, com 62,7% de aplicação, estando à frente do Distrito Federal e de Goiânia, que registram 56% e 36,7%, respectivamente, segundo a plataforma Localiza SUS, do Ministério da Saúde, na tarde desta quarta-feira (14). O site é atualizado diversas vezes ao longo do dia, conforme os Municípios alimentam o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

O bom desempenho ocorre mesmo com o fato de Cuiabá ser a capital da região que menos doses recebeu do Ministério da Saúde: 122.067, enquanto o Distrito Federal recebeu 632.310, sendo a que mais doses recebeu do governo federal. Por outro lado, o próprio Ministério da Saúde informa que, no cálculo do percentual de aplicação, entram doses reservadas à segunda aplicação, que devem ser utilizadas apenas dentro do intervalo recomendado entre a primeira e segunda dose, que varia de acordo com o fabricante.

É isso o que explica, por exemplo, porque Cuiabá estava com 71,8% de aplicação há duas semanas e agora está com 62,7%. Em abril, chegaram para Cuiabá três remessas de vacinas que totalizam 37.345 doses. Dessas, 27.079 são exclusivas para segunda aplicação. Uma parte já foi utilizada nesta semana e a maioria somente poderá ser utilizada a partir do dia 20 de abril e outra parte no dia 28 de abril e ainda no início de maio.

O prefeito Emanuel Pinheiro destaca que a Capital mato-grossense segue à risca o Plano Nacional de Imunização (PNI) inclusive as bulas das vacinas, priorizando a excelência no atendimento à população. “A nossa meta e o nosso maior sonho é ver todos os cuiabanos imunizados e livres da covid-19. Por isso, estamos trabalhando com método e organização, cumprindo as determinações da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), que regulamenta o uso das doses enviadas para o estado; bem como as recomendações dos órgãos de controle, no intuito de, juntos, promovermos a real imunização da nossa gente. Uma coisa é vacinar, e outra, muito mais salutar, é a imunização, como minha equipe técnica gosta de lembrar. E para isso, precisamos agir com seriedade e transparência. Hoje Cuiabá é a segunda melhor capital do Centro-Oeste no quesito aplicação das doses recebidas e estamos acima da média regional, que é de 62%, enquanto nós estamos com 62,7%. Poderíamos estar melhor colocados, se não fosse o fato da maior parte das doses serem para segunda aplicação”, destacou.

Pinheiro afirmou ainda que com a descentralização da vacinação ocorrida ao longo desta semana, assim que chegarem novas remessas de doses para primeira aplicação, Cuiabá irá atingir patamares ainda melhores. “Nesta semana, graças à parceria com diversas instituições, como a FIEMT, a Fecomércio, a Universidade Federal de Mato Grosso, abrimos novos polos de vacinação no SESI Papa, na UFMT e no balneário do SESC e, com isso, nosso potencial de aplicação de vacinas passou de 1,5 mil para 4 mil doses por dia. Assim que Cuiabá receber mais vacinas para primeira aplicação, conseguiremos atingir ainda mais idosos”, frisou.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site