Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021

Consultoras do Hospital Sírio-Libanês visitam Hospital Referência à Covid-19

633ea4f460e32ea1915b0c06c4554bb1

A diretoria administrativa e clínica e a superintendência do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), atual Hospital Referência à Covid-19, recebe a visita de uma médica e uma fisioterapeuta consultoras do Hospital Sírio-Libanês, ontem e hoje(30 e 31), em função do projeto “Reabilitação Pós-Covid-19”, elaborado pelo hospital paulistano, dentro do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde, com o apoio do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (CONASS) e do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

A médica Thatiane Ticom e a fisioterapeuta Sherindan Brito estiveram na manhã desta segunda-feira (30) reunidas com funcionários do Hospital Referência à Covid-19, ocasião em que fizeram uma apresentação sobre o projeto, seus objetivos, suas metodologias, orientações, questionários que serão utilizados ao longo do processo, procedimentos e recomendações a cada especialidade envolvida. Em seguida, elas ainda visitaram as instalações da unidade hospitalar, inclusive leitos de enfermaria e da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Participaram da apresentação o diretor técnico, Itamar de Almeida, o diretor administrativo Hércules Castilho, o superintendente Douglas Domingues, além de servidores das seguintes áreas: assessoria técnica, Núcleo Interno de Regulação (NIR), Núcleo de Qualidade Hospitalar, coordenadoria de fisioterapia, Núcleo de Educação Permanente, além de intensivistas.

Sherindan Brito, fisioterapeuta consultora do Hospital Sírio-Libanês, explica que o objetivo da visita in loco é “conhecer o cenário e a realidade de cada hospital” e que o projeto é importante diante da necessidade que alguns pacientes que ficaram hospitalizados devido à covid-19 podem apresentar. “Nós sabemos que os pacientes pós-covid-19 e os pacientes pós cuidados intensivos têm uma série de morbidades. E eles precisam de uma equipe multidisciplinar para ajudar nesse processo de reabilitação. Então, nós contamos com uma equipe interdisciplinar, que é composta por médicos, fisioterapeutas, especialistas em gestão hospitalar, enfermeiros especialistas em integridade cutânea, fonoaudiólogos, nutricionistas e assistente social”, afirma.

A médica Thatiane Ticom complementa que, durante o projeto, serão trabalhadas questões como a alta segura, retomada dos hospitais e reabilitação dos pacientes pós-covid-19. “A gente trabalha a alta segura dos pacientes, pós-alta de terapia intensiva e a alta dos pacientes em unidades de reabilitação crônicos com o objetivo de trabalhar a recuperação da síndrome pós-terapia intensiva, que é um conjunto de morbidades. Serão trabalhados, neste segundo semestre, juntamente com a equipe de consultores do Hospital Sírio-Libanês e com o hospital, várias etapas, como visitas, trabalho de consultoria, tutorias, planos de ações. É um projeto bastante extenso e bem elaborado”, assevera.

O diretor técnico do Hospital Referência à Covid-19, o médico Itamar de Almeida, destaca que a unidade é a única do Centro-Oeste a participar desta fase do projeto e que toda a equipe está empenhada. “Estamos aqui para apoiar esse projeto, visando o benefício desses pacientes pós-covid-19, uma vez que o objetivo é a reabilitação. Eu creio que teremos grandes melhorias. Com certeza, vamos começar a colocar em prática esse projeto, que dura quatro meses, para depois dar continuidade”, afirma.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site