Quarta-Feira, 29 de Setembro de 2021

Centros de Convivência de Idosos e CRAS Novo Colorado passam a fazer cadastro de idosos para receber vacina contra a covid-19

Secretárias de Saúde, Assistência e Mulher se uniram para atingir mais vulneráveis na campanha Vacina Cuiabá

Clique para ampliar 

As Secretarias Municipais de Saúde (SMS), de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência (SADHPD), e da Mulher se uniram para levar a campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar” para o maior número de pessoas, especialmente as mais vulneráveis. Através dessa parceria, a partir de agora, quem não tem acesso ou habilidade no uso da internet para fazer o cadastramento para tomar a vacina contra a covid-19, vai contar com a ajuda das equipes dos quatro Centros de Convivência de Idosos (CCIs) do Município e também do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do bairro Novo Colorado. Até então, somente as unidades básicas de saúde faziam esse serviço e continuam sendo um ponto de apoio para o cadastramento dos idosos acima de 65 anos de idade, público atendido na atual fase da campanha de vacinação contra a covid-19.

“Temos equipes nos CCIs que podem fazer esse trabalho de cadastramento. A gente vai ocupar aqueles espaços que hoje estão vazios, como os CCIs, que não estão fazendo atendimento presencial, para que não gere aglomeração nos CRAs”, pontuou Hellen Ferreira. Os CCIs disponíveis em Cuiabá estão localizados nos bairros Dom Aquino, CPA 3, Novo Horizonte e Altos do Coxipó (veja telefones ao final da matéria) e o CRAS disponível para cadastramento para vacinação dos idosos acima de 65 anos será o localizado no bairro Novo Colorado. O atendimento será prioritariamente por telefone, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14 horas, sem pausa para almoço.

Durante reunião realizada nesta semana com as secretárias Hellen Ferreira (Assistência Social) e Luciana Zamproni (Mulher) e suas respectivas equipes, a secretária de Saúde, Ozenira Félix, destacou a importância da cooperação neste momento. “A gente precisa do apoio no atendimento a esse público em relação ao cadastramento porque são pessoas que têm maior dificuldade de acesso à internet. Se a gente tiver uma rede de organização, vai ficar muito mais fácil! Vamos ampliar essa rede de proteção para a vacina chegar em todos os cantos”, disse.

Por sua vez, a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, informou que já disponibilizou 6 servidores de sua Pasta para atuarem nos polos de vacinação, colaborando com a campanha Vacina Solidária, de arrecadação de alimentos que posteriormente serão doados àqueles mais prejudicados financeiramente pela pandemia, bem como ajudar a orientar as pessoas sobre o fluxo dos polos de vacinação.

Na reunião, a secretária Hellen Ferreira afirmou que, desde o início da pandemia, com a necessidade de isolamento social para evitar o contágio pelo coronavírus, principalmente entre os idosos, os Centros de Convivência de Idosos da capital passaram a acompanhar seu público de forma remota e, com o início da vacinação dessas pessoas, as equipes da Assistência Social fazem o acompanhamento daqueles que já foram imunizados. “Nós fizemos já um levantamento junto aos idosos atendidos os Centros de Convivência de Idosos. As equipes sabem os idosos que já se vacinaram. Eles até compartilham fotos dos idosos se vacinando”, disse.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site