Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Associação Nativo amplia instalações com doação do Troco Solidário Comper

IMG_8204

A Associação Ecológica e Centro de Equoterapia Nativo, de Várzea Grande, ampliou suas instalações com a inauguração das baias de cavalos da equoterapia, que foram construídas com recursos da doação do Troco Solidário, que ocorreu no final de 2020. A solenidade foi realizada como forma de ‘prestação de contas’  do valor recebido para sociedade.

Sirlei de Araújo Faria, presidente da Associação Ecológica e Centro de Equoterapia Nativo, contou emocionada que há 20 anos teve um casal de filhos gêmeos e o menino nasceu especial. Na época, ela e o seu marido passaram a procurar tratamentos para o pequeno Lucas e a equoterapia foi de extrema importância na melhora dele. A partir de então transformaram a chácara de lazer do casal num centro de equoterapia para pessoas carentes. “Nós podíamos pagar o tratamento do nosso filho, mas vimos inúmeras famílias sem condições financeiras de fazer esse tipo de tratamento para os seus filhos especiais, e assim  nasceu a Associação Nativo, junto com o Lucas”.

A presidente disse que o valor da doação foi essencial para a construção das baias e também para reconstruir parte do telhado do barracão da equoterapia, que foi danificado pelas chuvas. “Nós atendemos 200 crianças com o método inclusivo da equoterapia, que é utilizado para aprimorar a coordenação motora, o equilíbrio e a orientação espacial dos praticantes. Somos imensamente gratos à rede Comper por nos beneficiar com este projeto”, enfatizou.

Conforme a coordenadora de Eventos e Relacionamento com o Cliente da rede Comper, Lídia Pachori, a empresa faz a campanha Troco Solidário durante todos os meses do ano, beneficiando até seis instituições por ano. “Em 14 anos da realização do projeto, o mais importante tem sido mostrar aos clientes que o dinheiro vem sendo bem empregado e que todas as entidades beneficiadas prestam contas, por isso fazemos questão de dar publicidade à utilização”. Ela disse ainda que é muito emocionante participar de um evento como este e ver o quanto a doação do Troco Solidário é bem utilizada e transforma a vida de muitas pessoas.

A arquiteta Mary Oliveira foi a responsável pelo projeto das baias. Ela tem um filho especial de 15 anos que faz equoterapia no local. “Conclui o curso de arquitetura com muito sacrifício e fiquei feliz em fazer esse projeto, e retribuir um pouquinho de tudo que o meu filho recebe aqui”, disse.

O projeto Troco Solidário já beneficiou milhares de pessoas, através das instituições participantes. Trata-se da doação que os clientes fazem, ao “arredondar” o troco,  nos supermercado Comper, independente do valor, em dinheiro e também através dos cartões de crédito e de débito, que é repassado integralmente para as instituições beneficiadas.

O Troco Solidário foi criado em 2007, como uma iniciativa do Grupo Pereira e de suas redes Comper e Fort Atacadista, e trata da doação que os clientes fazem ao “arredondar” seu troco ao passar as compras pelos caixas das lojas. De lá para cá já foram arrecadados mais de R$ 13 milhões, impactando a vida de mais de 250 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social, por meio de 360 instituições participantes.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site