Domingo, 19 de Setembro de 2021

Arte que brota: fotógrafa cuiabana idealiza novo modelo de negócio e cria Varanda Botânica

WhatsApp Image 2021-09-03 at 3.53.52 PM (1)

Por meio de loja online, artista comercializa arranjos florais, plantas envasadas e curadoria de acessórios para jardinagem durante pandemia

Do olhar minucioso da fotografia para a delicadeza e cuidado no trato com as plantas. Assim que a fotógrafa, artista e idealizadora do projeto Varanda Botânica, Julia Muxfeldt, viu sua vida transformada a partir da pandemia, quando teve que deixar a fotografia, que se dedicou durante seis anos de sua vida, para usar de sua criatividade na construção de um novo modelo de sustento próprio.

Foi então que nos dias de distanciamento social e em um contato diário com as plantas de sua casa, localizada no bairro do Porto em Cuiabá, que Julia viu não só uma fonte de renda, mas uma forma de expressão artística, já que sempre teve a arte muito presente em sua vida, até mesmo pela própria fotografia.

Surgia assim a loja online Varanda Botânica, mais do que uma loja de plantas, floricultura ou viveiro, é “um espaço de criação e experimentação, onde arte e vida estão em constante sintonia e se entrelaçam”, como descreve a própria artista.

Julia deu início primeiro com um produto pouco explorado no mercado mato-grossense, que é a “kokedama”, uma técnica japonesa que envolve a planta dentro de uma esfera de musgos. Ou seja: arte, cultivo e subsistência reunidos. Com a necessidade de expandir seu trabalho e conhecimento, a artista também deu início a criação de arranjos florais, seleção de plantas envasadas, além da curadoria de acessórios para jardinagem.

“Através da varanda me vi em um lugar de auxiliar muitas pessoas a buscar soluções de como cuidar de plantas, com quem tem a experiência em Cuiabá. Nosso clima é diferente, e consequentemente, os cuidados de outras regiões não nos ensinam como é cuidar aqui. Nossos desafios são outros e quero muito ajudar quem deseja ter um pouquinho de natureza no seu dia a dia”, disse Julia.

Logo, o pequeno comércio já estava inserido na plataforma digital chamando a atenção dos amantes das plantas. O diferencial também estava na apresentação dos produtos, já que Julia usava seu olhar característico de uma profissional do audiovisual para mostrar a beleza e exuberância das plantas cultivadas.

Em 2020 inscreveu seu negócio no edital MT Criativo, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), por meio da Lei Aldir Blanc, que propiciou a renda emergencial de profissionais da cultura. E sendo contemplada, expandiu ainda mais seu negócio, desenvolvendo um site e a criação de toda a identidade visual de seu negócio.

“Acredito que poder investir com o auxílio do edital foi um grande avanço, pude alcançar mais pessoas, trazer novidades e produtos diferenciados. A varanda hoje é meu principal trabalho, amo cuidar e ensinar sobre plantas, com base na sinceridade e paciência para diversos públicos”, finalizou Julia.

Mais informações sobre a Varanda Botânica: www.varandabotanica.com.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

Roseli

Roseli

Comentários

Com muito ❤ por go7.site