Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020

AUDIÇÃO

214

Estudo aponta profissões que costumam ter funcionários com mais perda auditiva



Um estudo do Centro de Estudos do Trabalhador e Ecologia Humana e do Ministério do Trabalho de 2018 aponta as principais profissões que possuem pessoas com reclamações de perdas auditivas. São elas: alimentador de linha de produção, motorista de caminhão, soldador, pedreiro, servente de obra, motorista de transporte coletivo, entre outros.


De acordo com a fonoaudióloga de Cuiabá especializada em audição, Samia Ribeiro da empresa Audax Aparelhos Auditivos, a prevenção dos funcionários é um fator importante para agravar problemas de surdez no ambiente de trabalho.


“É de suma importância o uso de equipamentos de proteção auditiva que possam diminuir a intensidade de decibéis em trabalho na indústria, por exemplo, onde o volume é alto e constante. O funcionário deve estar atento se está aparecendo o zumbido, na sua rotina”, disse Samia Ribeiro.


Segundo o estudo publicado, a perda auditiva costuma ser lenta e geralmente não leva à surdez total, mas ocorre uma redução significativa e irreversível da capacidade auditiva. As fontes mais frequentes de ruído nos ambientes de trabalho são as máquinas. As indústrias, portanto, são ambientes perigosos, em especial a da construção, a metal-mecânica e a da madeira. 


Outros ambientes que podem elevar o risco de perda auditiva são os aeroportos, por causa das turbinas dos aviões, e restaurantes, boates e estabelecimentos de entretenimento com música e sistemas de som em alto volume.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

roseli

roseli

Comentários

Feito por
⚙️