Terça-Feira, 27 de Outubro de 2020

ÁGUAS QUENTES

Hotel águas quentes 2

Viabilidade econômica para concessão de parque estadual é questionada em audiência virtual

Empresários do trade turístico de Mato Grosso participaram nesta quarta-feira (05.08) de uma audiência virtual que apresentou a proposta técnica para concessão do Parque Estadual das Águas Quentes. O projeto prevê um aporte de R$ 25 milhões de investimento, sendo R$ 20 milhões em estrutura e modernizações e mais R$ 5 milhões de outorga fixa com pagamento à vista para o estado.

Durante a audiência houve questionamento por parte dos participantes sobre as previsões orçamentárias feitas em 2019, de receita e despesa, estarem fora da realidade atual do mercado de turismo, um dos setores mais impactados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A previsão, segundo o trade, é que o turismo leve pelo menos cinco anos pós-pandemia para se recuperar.

Outros pontos divergentes também foram levantados, como o período em que foi realizado o estudo para embasar o orçamento, ou seja, entre 2017 e 2018, bem antes da pandemia. A alegação é que com a pandemia, existe outra realidade que deve ser levada em consideração.

O estudo também aponta investimentos no parque, com intervenções arquitetônicas, reformas e adequações do espaço, além de inserção de novos ambientes, como tendas, chalés e louges de imersão dentro da mata.

As etapas do processo continuam. Nos dias 17 e 21 de agosto estão previstas reuniões individualizadas com os interessados. O agendamento deve ser feito até 14 de agosto. Já no dia 31 de agosto está marcada a consulta pública para contribuições para o aperfeiçoamento do processo de licitação.

O vídeo da audiência virtual está disponível para acesso no canal YouTube, no link: www.youtube.com/watch?v=P1nbEOSXxmM&feature=youtu.be


Sobre o Parque Estadual das Águas Quentes

Criado em 1978, o Parque Estadual das Águas Quentes é a primeira unidade de conservação do Estado e há 20 anos é gerido pela Rede de Hotéis Mato Grosso. A unidade, de 1,5 mil hectares, situada no município de Santo Antônio de Leverger, possui papel essencial para a proteção das fontes hidrotermais e outras nascentes da região da Serra de São Vicente. A parceria público-privada de décadas trouxe benefícios à qualidade ambiental do parque, cujo bioma cerrado não sofreu interferências como o desmatamento e a expansão de atividades agrícolas e pecuárias e conseguiu manter a sobrevivência de milhares de espécies da flora e fauna. Em uma área do parque estão as instalações do Hotel Águas Quentes.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Veja também

roseli

roseli

Comentários

Feito por
⚙️