Cuiabá (MT), 10 de dezembro de 2019

Blog

20/11/2019 17:37

Segunda edição do Festival da Cerveja Artesanal contará com 70 estilos da bebida

Entre os destaques estão as receitas premiadas na edição anterior

No Brasil, assim como em vários outros países, vem crescendo o número de eventos dedicados ao prazer de saborear cerveja. São festivais em que o público pode encontrar os mais variados tipos da bebida. Em Mato Grosso, por exemplo, calcula-se que existam 15 cervejarias, espalhadas por várias regiões do estado, boa parte delas com receitas e ingredientes diferenciados. Dentre elas, 11 confirmaram presença no 2º Festival da Cerveja Artesanal, que acontece no dia 30 de novembro, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá (MT), com direito a shows do Ira! e de bandas regionais.

Para se ter uma ideia da variedade à disposição do público, enquanto a primeira edição, realizada em julho deste ano, apresentou cerca de 50 tipos, nesta segunda estão previstos 70. Algumas cervejarias anunciaram que irão preparar receitas especiais para o Festival. A Alpner, por exemplo, vai levar sua combinação de chopp e vinho. Já a LaCerva apresenta a cerveja de tangerina. A receita de morango com amora da Heresia é outra atração especial, enquanto a Louvada apresenta sua nova Bergamot. Estes, são apenas alguns exemplos do que esperar para o evento.

Para facilitar a degustação das mais diferentes variações da bebida, a pessoa poderá optar por doses diferentes: 100ml, 200ml e 300ml.  Além das dezenas de sabores que as cervejarias participantes oferecerão, o público terá à disposição as receitas premiadas na edição passada.

Uma das vencedoras foi a Rose Blanche, de Diomedes Barzotto, que será produzida pela Louvada. No estilo Catharina Sour, o primeiro genuinamente brasileiro, ela é uma cerveja de trigo de alta fermentação e acréscimo de frutas - podendo ser complementada com especiarias – que neste caso são maracujá e hibisco.

Outra foi a receita de Vitor Renan Corrêa, que ficou sob a responsabilidade da Cervejaria Cuyabana, uma American IPA, estilo famoso por seu amargor, sabor e aroma de lúpulo acentuado. O público também poderá conferir a Ragnar OAK, receita de Humberto Araújo que será produzida pela Van Dogh e segue o estilo Imperial Stout, que costuma ter amargor intenso equilibrado com dulçor, alto corpo e alto teor alcoólico.

Para fechar, tem ainda a Qué o Tá?, uma Blond Ale produzida por João Henrique Lima, que será preparada especialmente pela Heresia. Trata-se de um estilo típico da Bélgica e região, que apresenta coloração clara, baixo para médio corpo e aromas frutados.

E por falar no assunto, o concurso terá uma segunda edição. Os interessados puderam inscrever quatro estilos de cerveja baseados no Beer Judge Certification Program (BJCP), que são: American Pale Ale, Saison, Strong Bitter e Gose.

"O objetivo da disputa é incentivar a produção de cervejas artesanais e popularizar a cultura cervejeira no estado, revelando principalmente para o consumidor comum a grande variedade de estilos, sabores e sensações que a bebida oferece. O público vai se surpreender", garante a diretora da Up Eventos e co-idealizadora do Festival, Paula Scanagatta.

Serviço – Hoje (19) é o último dia para garantir o ingresso no primeiro lote, a R$ 45 (meia entrada) +1kg de alimento não perecível, na Casa de Festas (shoppings Goiabeiras e Pantanal), pelo site Tech Tickets, em todas as cervejarias participantes e nos empórios: Serra Grande, Monges e Empório 87. A virada para o segundo lote acontece na quarta-feira (20).

A compra do ingresso dá direito ao copo oficial do evento e acesso a toda a área do Festival, que terá ainda espaço kids, praça de alimentação, shows regionais e da banda nacional Ira!.

Saiba de tudo, antes de todo mundo. Inscreva-se em nossa newsletter

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo